Participações Portuguesas no Estrangeiro - Volta à Suíça

From CycloLusitano
Jump to: navigation, search
TourdeSuisse.jpg
UCI WT 2.png

Historial das classificações de ciclistas portugueses na Volta à Suíça
Início em 1933

Contents

Década de 1930

1935

25. Teófilo Lopes (Peugeot)

1936

27. Teófilo Lopes (Peugeot)

1937

Abandono: Teófilo Lopes (Peugeot)

Década de 1940

1946

Abandono: Joaquim Rebelo

Década de 1960

1965

Abandono: Alberto Carvalho (Flandria-Romeo)

Década de 1970

1971

33. José Azevedo Silva (F.C. Porto)
35. Joaquim Leão (F.C. Porto)
36. Joaquim Leite (F.C. Porto)
42. José Pacheco (F.C. Porto)

Abandonos: Cosme Oliveira (F.C. Porto) e Manuel Sousa (F.C. Porto)

1972

5. Joaquim Agostinho (Van Cauter-Magniflex)
33. Leonel Miranda (Maerki-Bonanza)

Abandono: Firmino Bernardino  (Maerki-Bonanza)

- Destaque:

  • Joaquim Agostinho, óptimo 5º lugar na Geral e 2 vitórias de etapas (no contra-relógio de montanha Solothurn Balmberg, de 12 km, e no contra-relógio final, de 25 km)

1976

4. José Freitas Martins (Kas)

- Destaque:

  • José Freitas Martins, óptimo 4º lugar na Geral e 1º lugar no Prémio da Montanha

1977

18. José Freitas Martins (Kas)

1978

21. Joaquim Agostinho (Flandria)

Década de 1980

Acácio da Silva foi brilhante nos anos 80, obtendo um 2.º e um 3.º lugar na Geral final. Ganhou duas etapas e por duas vezes o Prémio da Montanha.

1983

8. Acácio da Silva (Eorotex-Mavic)
24. Joaquim Agostinho (Sem France-Loire)

- Destaque:

  • Acácio da Silva, meritório 8º lugar na Geral e 1º lugar no Prémio da Montanha

1984

2. Acácio da Silva (Equipa Federal)

- Destaque:

  • Acácio da Silva, excelente 2º lugar na Geral e 1º lugar no Prémio da Montanha

1985

8. Acácio da Silva (Malvor-Bottechia)

- Destaque:

  • Acácio da Silva, meritório 8º lugar na Geral, 1 vitória de etapa (no contra-relógio inicial, de 6,5 km) e 3º na classificação dos Pontos

1987

9. Acácio da Silva (Kas)

- Destaque:

  • Acácio da Silva, meritório 9º lugar na Geral

1988

3. Acácio da Silva (Kas)

- Destaque:

  • Acácio da Silva, excelente 3º lugar na Geral, 1 vitória de etapa (Zoflingen-Kandersterg, 217 km), 1º na classificação dos Pontos e 1º na classificação do Combinado

Década de 1990

1993

13. Acácio da Silva (Festina-Lotus)

1994

Abandono: Acácio da Silva

Década de 2000

2004

42. Rui Lavarinhas (Milaneza Maia)
62. Rui Sousa (Milaneza Maia)
85. Bruno Castanheira (Milaneza Maia)
89. Pedro Cardoso (Milaneza Maia)

Abandono: Gonçalo Amorim (Milaneza Maia)

2009

13. Rui Costa (Caisse d'Epargne)

Década de 2010

2010

34. Rui Costa (Caisse d'Epargne)

Abandono, por atropelamento: João Correia (Cervelo)

- Destaque:

  • Rui Costa, 1 vitória de etapa (Wetzikon - Liestal, 172.4km)

Rui Costa foi extraordinário na Volta à Suíça de 2012, vencendo uma etapa de montanha e envergando a camisola amarela durante oito etapas, desde o segundo dia até ao final. Pela primeira vez, um português inscrevia o seu nome no palmarés daquela que é considerada a 4.ª maior prova por etapas do mundo. Uma proeza notável!
Repetiria o feito nos dois anos seguintes, guindando-se a um lugar de relevo na história da Volta à Suíça.

2011

70. Nelson Oliveira (Radioshack)

2012

1. Rui Costa (Movistar)
45. Sérgio Paulinho (Team Saxo Bank)

- Destaque:

  • Rui Costa, HISTÓRICO TRIUNFO, na maior vitória portuguesa de sempre numa prova por etapas, até essa data. Venceu também uma etapa (Verbania-Verbier, 218,3km)

2013

1. Rui Costa (Movistar)
119. Ricardo Mestre (Euskaltel-Euskadi)
  • Rui Costa, HISTÓRICO TRIUNFO, repetindo a vitória do ano anterior. Venceu também duas etapas: Meilen-La Punt (206 km) e Bad Ragaz-Flumserberg (26.8 km/contra-relógio)

2014

1. Rui Costa (Lampre-Merida)
22. André Cardoso (Garmin-Sharp)
63. Nelson Oliveira (Lampre-Merida)
  • Rui Costa, HISTÓRICO TRIUNFO, aumentando o seu domínio na volta helvética. Venceu também uma etapa (Martigny-Saas Fee, 156.5 km)

2015

36. André Cardoso (Cannondale-Garmin)

Abandono: Mário Costa (Lampre-Merida)

2016

7. Rui Costa (Lampre-Merida)
80. Bruno Pires (Team Roth)
103. Mário Costa (Lampre-Merida)

Abandono: Tiago Machado (Katusha)

- Destaque:

  • Rui Costa, meritório 7.º lugar

2017

5. Rui Costa (UAE Team Emirates)
38. Nelson Oliveira (Movistar)

- Destaque:

  • Rui Costa, óptimo 5.º lugar

2018

43. José Gonçalves (Katusha-Alpecin)	 
60. Nelson Oliveira (Movistar Team)

2019

56. Rui Costa (UAE Team Emirates)



Resumo

Lugares no Top Ten: 12

1.º lugar:
- Rui Costa, em 2012
- Rui Costa, em 2013
- Rui Costa, em 2014
2º lugar:
- Acácio da Silva, em 1984 
3º lugar:
- Acácio da Silva, em 1988 
4º lugar:
- José Freitas Martins, em 1976 
5º lugar:
- Joaquim Agostinho, em 1972 
- Rui Costa, em 2017
7.º lugar:
- Rui Costa, em 2016
8º lugar:
- Acácio da Silva, em 1983 
- Acácio da Silva, em 1985 
9º lugar:
- Acácio da Silva, em 1987

Vitórias de Etapas: 9

Rui Costa, 5
Joaquim Agostinho, 2 
Acácio da Silva, 2

Vitórias no Prémio da Montanha: 3

Acácio da Silva - 1983, 1984  
José Freitas Martins - 1976

Vitórias na Classificação dos Pontos: 1

Acácio da Silva - 1988

Vitórias na Classificação do Combinado: 1

Acácio da Silva - 1988


Personal tools
Namespaces

Variants
Actions
Navigation
Tools