Participações Portuguesas no Estrangeiro - Volta à Espanha

From CycloLusitano
Jump to: navigation, search
Vuelta banner CycloLusitano.png
UCI WT 2.png

Contents

Resumo

Lugares no Top Ten

Lugar Ciclista Ano
Joaquim Agostinho 1974
Ribeiro da Silva 1957
João Rebelo 1945
Joaquim Agostinho 1973
Fernando Mendes 1975
Joaquim Agostinho 1976
José Freitas Martins 1975
10º João Rebelo 1945

Vitórias em Etapas

Ciclista Ano Etapa
João Rebelo 1945 13ª: San Sebastian-Bilbao
João Rebelo 1945 15ª: Santander-Reinosa
João Lourenço 1946 8ª: Baza-Murcia
João Lourenço 1946 19ª: Reinosa-Gijon
José Sousa Cardoso 1959 13ª: Donostia-San Sebastian
Alves Barbosa 1961 10ª: Albacete-Madrid
Joaquim Agostinho 1974 16ª: Oviedo-Cangas de Onis
Joaquim Agostinho 1974 22ª: San Sebastian-San Sebastian (c/relógio individual)
Joaquim Agostinho 1976 6ª: Cartagena-Cartagena (c/relógio individual)
Sérgio Paulinho 2006 10ª: Avilés-Museo de Altamira
Nelson Oliveira 2015 13ª: Calatayud-Tarazona

Dias como líder na Vuelta

Ciclista Ano nº de dias camisola
Joaquim Agostinho 1976
5
Jersey yellow.png

Vitórias nas Metas Volantes

camisola Ciclista Ano
Jersey blue.svg.png
Fernando Mendes 1975

Vitórias nos Sprints Especiais

Ciclista Ano
Acácio da Silva 1991


Historial das participações de ciclistas portugueses na Vuelta a España

Início em 1935

João Rebelo foi o primeiro ciclista luso a brilhar na Vuelta, com dois lugares no top ten e duas vitórias de etapas.

Década de 1940

1945

6º João Rebelo (Iluminante)
17º Julio Mourão (Iluminante)
23º Aniceto Bruno (FC Porto)
25º Império dos Santos (Salgueiros)

Abandonos: João Lourenço, Francisco Inácio, Eduardo Lopes e Jorge Pereira
João Lourenço deu nas vistas em 1946, conquistando duas etapas.

Destaques:

  • João Rebelo, excelente 6.º lugar na Geral, 2º lugar no prémio da Montanha, que perdeu apenas por ... 1 ponto (!), além de 2 vitórias em etapas.
  • Júlio Mourão, meritório 17.º lugar na Geral

1946

10º João Rebelo (Sporting)
27º Jorge Pereira (Iluminante)
28º Aristides Martins (Sporting)
29º João Lourenço (Sporting)

Abandono: Manuel Rocha

- Destaques:

  • João Rebelo, excelente 10.º lugar na Geral e 4.º na Montanha
  • João Lourenço, 2 vitórias de etapa, na Baza-Murcia, 178 km, e na Reinosa-Gijon, 204 km

Ribeiro da Silva esteve espectacular na Vuelta de 1957 e nesse mesmo ano brilhou na etapa do Col du Tourmalet, no Tour de France. Era um dos grandes nomes para a Vuelta do ano seguinte, e talvez um dos maiores candidatos. Infelizmente, em Abril de 1958, faleceria num acidente de viação. Uma grande tragédia do ciclismo nacional, com o desaparecimento de um grande ciclista português, já um dos maiores da Europa, com apenas 23 anos de idade. Até onde poderia ter chegado?

Década de 1950

1957

4º Ribeiro da Silva (Sel. Portuguesa)
17º Alves Barbosa (Sel. Portuguesa)
53º Agostinho Ferreira (Sel. Portuguesa)

Abandonos: João Marcelino, Manuel Graça, José Firmino, Carlos Carvalho, Joaquim Carvalho, Sousa Santos e Artur Coelho

- Destaques:

  • Ribeiro da Silva, magnífico 4.º lugar na Geral
  • Alves Barbosa, meritório 17.º lugar na Geral

1958

16º Alves Barbosa (Sel. Portuguesa)
33º Carlos Carvalho (Sel. Portuguesa)
36º Antonino Baptista (Sel. Portuguesa)

Abandonos: José Firmino, Emídio Pinto, Sousa Cardoso, Joaquim Carvalho, Fernando Henriques da Silva, Sousa Santos
e Artur Coelho

- Destaque:

  • Alves Barbosa, meritório 16.º lugar na Geral e vencedor do "prémio do desportivismo"

José Sousa Cardoso, vencedor de uma etapa em 1959.

1959

31º José Sousa Cardoso (Sel. Portuguesa)

Abandonos: João Roque, Joaquim Carvalho, Antonino Baptista, Aquiles dos Santos, Sousa Cardoso, José da Costa, 
           Agostinho Ferreira, Sérgio Páscoa e Martins de Almeida

- Destaque:

  • José Sousa Cardoso, 1 vitória de etapa (Donostia-San Sebastian)

Década de 1960

1961

Alves Barbosa, vencedor de uma etapa em 1961.
18º Alves Barbosa (Sel. Portuguesa)
24º José Sousa Cardoso (Sel. Portuguesa)
44º Carlos Carvalho (Sel. Portuguesa)
48º Sérgio Páscoa (Sel. Portuguesa)
49º Henrique Castro (Sel. Portuguesa)

Abandonos: Jorge Corvo, Antonino Baptista, Martins de Almeida, António Pisco e José Pacheco

- Destaque:

  • Alves Barbosa, 1 vitória de etapa, Albacete-Madrid, e meritório 18.º lugar na Geral

1962

23º Mário Silva (Sel. Portuguesa)
29º Jorge Corvo (Sel. Portuguesa)
48º Francisco Valada (Sel. Portuguesa)

Abandonos: Agostinho Correia, Ilídio do Rosário, João Roque, João Peixoto Alves, Laurentino Mendes, Manuel Simões e Vitor Tenazinha

1963

32º João Roque (Sel. Portuguesa)
34º Mário Silva (Sel. Portuguesa)
35º Jorge Corvo (Sel. Portuguesa)
44º Agostinho Correia (Sel. Portuguesa)
50º João Peixoto Alves (Sel. Portuguesa)
55º Indalécio de Jesus (Sel. Portuguesa)
59º Alcino Rodrigo (Sel. Portuguesa)
61º Laurentino Mendes (Sel. Portuguesa)

Abandonos: Francisco Marinho e José Pinto

1964

23º Francisco Valada (Sel. Portuguesa)
25º João Roque (Sel. Portuguesa)
30º Laurentino Mendes (Sel. Portuguesa)
35º Manuel da Costa (Sel. Portuguesa)
44º Jorge Corvo (Sel. Portuguesa)
49º Júlio Abreu (Sel. Portuguesa)

Abandonos: Joaquim Leão, Agostinho Correia, Pedro Júnior e Custódio Cristina

1965

Abandonaram todos(!): José Pinto, Mário Silva, João Roque, Agostinho Sousa, Jorge Corvo, João Peixoto Alves, Francisco Valada, 
                           Sérgio Páscoa, Laurentino Mendes e Joaquim Leão

1966

28º Alberto Carvalho (F.C. Porto)
30º Joaquim Leão (F.C. Porto)
54º Cosme Oliveira (F.C. Porto)

Abandonos: José Sousa Cardoso, Indalécio de Jesus, Mário Silva, Joaquim Freitas, Manuel Castro, José Pinto e João Palma

Década de 1970

1972

Abandono: Joaquim Agostinho

1973

6º Joaquim Agostinho (BIC)
22º Venceslau Fernandes (Coelima-Benfica)
23º Fernando Ferreira (Coelima-Benfica)
28º Fernando Mendes (Coelima-Benfica)
38º José Freitas Martins (Coelima-Benfica)
57º José Pereira (Coelima-Benfica)

Abandonos: João Pinhal e Orlando Alexandre

- Destaque:

  • Joaquim Agostinho, excelente 6º lugar na Geral

Joaquim Agostinho, com um contra-relógio final demolidor (ganhou 2'15" a Fuente!) foi declarado aos altifalantes como vencedor da Vuelta de 1974. Contudo, e estranhamente, os comissários disseram que tinha havido uma confusão na contagem dos tempos e declararam Fuente como vencedor, por 11 segundos. Agostinho, até ao final dos seus dias, sempre afirmou ter perdido a Vuelta nos últimos metros. Ainda hoje, mesmo alguns espanhóis, suspeitam de favorecimento dos comissários em favor do corredor espanhol. Agastado com o sucedido, Agostinho nem sequer participaria na edição do ano seguinte.

1974

2º Joaquim Agostinho (BIC)
11º Fernando Mendes (Coelima-Benfica)
25º Venceslau Fernandes (Coelima-Benfica)
26º Joaquim Andrade (Coelima-Benfica)
42º Cesar Aires (Coelima-Benfica)
47º Joaquim Leite (Coelima-Benfica)

Abandonos: José Madeira, António Martins, José Maria Nunes, 
Jorge Fernandes e José Freitas Martins

- Destaques:

  • Joaquim Agostinho, extraordinário 2.º lugar na Geral, a ... 11 segundos do vencedor; 2 vitórias em etapas (venceu a etapa-rainha de Cangas de Onis e o contra-relógio final); 3.º lugar no prémio da Montanha
  • Fernando Mendes, bom 11.º lugar na Geral

1975

6º Fernando Mendes (Benfica)
8º José Freitas Martins (Coelima)
12º José Madeira (Benfica)
13º António Martins (Benfica)
20º Manuel Rego (Coelima)
24º Joaquim Andrade (Coelima)
32º João Sampaio (Coelima)
35º Herculano de Oliveira (Coelima)
38º Venceslau Fernandes (Benfica)
40º Mário Silva (Coelima)
51º Manuel Coelho (Benfica)
53º Emídio Ferreira (Benfica)

Abandonos: Joaquim Leite, Américo Silva, Fernando Vieira, José Carvalho, 
Joaquim Lino e Pedro Rodrigues

- Destaques:

  • Fernando Mendes, excelente 6.º lugar na Geral e 1.º nas Metas Volantes Jersey blue.svg.png
  • José Freitas Martins, excelente 8.º lugar na Geral e 5.º na Montanha
  • José Madeira, bom 12.º lugar na Geral
  • António Martins, bom 13.º lugar na Geral
  • Manuel Rego, meritório 20.º lugar na Geral

Joaquim Agostinho era líder a 4 dias do fim da Vuelta e tinha tudo a seu favor para vencer, dado que faltavam ainda uma etapa de montanha e um contra-relógio, as suas especialidades (relembre-se que nesse ano, Agostinho era porventura o melhor contra-relogista do mundo). No entanto, foi acometido por uma terrível bronquite (40º de febre) e infelizmente não pôde defender a sua liderança. Um grande infortúnio.

1976

7º Joaquim Agostinho (Teka)
15º José Freitas Martins (Kas)
20º Fernando Mendes (Teka)

- Destaques:

  • Joaquim Agostinho, excelente 7.º lugar na Geral e 1 vitória de etapa (venceu um contra-relógio), 3.º lugar no prémio da Montanha.

Yellowjersey.png Agostinho foi durante 5 dias o camisola amarela

  • José Freitas Martins, bom 15.º lugar na Geral e 6.º na Montanha
  • Fernando Mendes, meritório 20.º lugar na Geral e 3.º nas Metas Volantes

1977

13º Fernando Mendes (Teka)
15º Joaquim Agostinho (Teka)

- Destaques:

  • Fernando Mendes, bom 13.º lugar na Geral e 4.º na Montanha
  • Joaquim Agostinho, bom 15.º lugar na Geral

1978

20º José Freitas Martins (Teka)

- Destaque:

  • José Freitas Martins, meritório 20.º lugar na Geral

Década de 1980

1985

30º Manuel Cunha (Lousa-Trinaranjus)
48º José Poeira (Lousa-Trinaranjus)
57º Jacinto Paulinho (Lousa-Trinaranjus)
80º Luís Domingos (Lousa-Trinaranjus)
91º Benjamim Carvalho (Lousa-Trinaranjus)
95º Manuel Zeferino (Zor)

Abandonos: Adelino Teixeira, Carlos Ferreira, Carlos Marta, João Paulo e Abel Coelho

1987

64º Jacinto Paulinho (Sporting)
83.º Serafim Vieira (Sporting)

Abandonos: Adelino Teixeira, Marco Chagas, José Xavier, Manuel Zeferino, Vitor Rodrigues, 
Luís Domingos, Joaquim Gomes e Acácio da Silva

1988

30º Manuel Cunha (Clas)
38º Acácio da Silva (Kas)
62º António Pinto (Sicasal-Torreense)
69º Jorge Silva (Sicasal-Torreense)
84º António Araújo (Sicasal-Torreense)
92º Manuel Neves (Sicasal-Torreense)
93º Alexandre Ruas (Sicasal-Torreense)
98º Paulo Pinto (Sicasal-Torreense)

Abandonos: Eduardo Correia, Fernando Fernandes, José Poeira, João Santos e Américo Silva

1989

66º Fernando Fernandes (Sicasal-Torreense)
98º Manuel Cunha (Clas)
105º Jorge Silva (Sicasal-Torreense)
111º António Pinto (Sicasal-Torreense)
112º Manuel Neves (Sicasal-Torreense)
120º Américo Silva (Sicasal-Torreense)
134º José Poeira (Sicasal-Torreense)

Abandonos: Paulo Pinto, Paulo Silva, Joaquim Gomes e António Araújo

Década de 1990

1990

77º Serafim Vieira (Sicasal-Acral)
93º Paulo Pinto (Sicasal-Acral)
100º Jorge Silva (Sicasal-Acral)
103º José Poeira (Sicasal-Acral)
123º Fernando Mota (Sicasal-Acral)

Abandonos: Manuel Abreu, Joaquim Gomes, António Pinto e Rui Vitorino

1991

65º Acácio da Silva (Festina-Lotus)
72º Jorge Silva (Sicasal-Acral)
74º Américo Silva (Sicasal-Acral)
99º Fernando Mota (Sicasal-Acral)
108º Serafim Vieira (Sicasal-Acral)

Abandonos: Fernando Carvalho, António Pinto e Paulo Pinto

- Destaque:

  • Acácio da Silva, 1.º lugar nos Sprints Especiais

1992

45º Serafim Vieira (Sicasal-Acral)
56º Jorge Silva (Sicasal-Acral)
65º Orlando Rodrigues (Sicasal-Acral)
70º Fernando Mota (Sicasal-Acral)
88º Américo Silva (Artiachl)
120º Carlos Pereira (Sicasal-Acral)

Abandonos: Pedro Silva e Joaquim Andrade

1993

28º Serafim Vieira (Sicasal-Acral)
55º Joaquim Sampaio (Sicasal-Acral)
62º Manuel Cunha (Sicasal-Acral)
64º Acácio da Silva (Lampre-Polti)
76º Orlando Rodrigues (Artiach)

Abandonos: Paulo Ferreira, António Pinto, Jorge Silva, Pedro Silva, Manuel Abreu

1994

17º Joaquim Gomes (Recer-Boavista)
35º Delmino Pereira (Recer-Boavista)
39º Carlos Pinho (Sicasal-Acral)
61º Manuel Abreu (Sicasal-Acral)
62º Quintino Rodrigues (Sicasal-Acral)
66º Fernando Mota (Sicasal-Acral)
74º Américo Silva (Artiach)
83º Alexandre Rodrigues (Recer-Boavista)
86º João Silva (Recer-Boavista)
96º Orlando Rodrigues (Artiach)
110º Pedro Silva (Sicasal-Acral)

Abandonos: Paulo Ferreira, José Barros, José Rosa, Luís Santos, David Assunção, 
Carlos Carneiro, Vitor Gamito e Serafim Vieira

- Destaque:

  • Joaquim Gomes, meritório 17.º lugar na Geral

1995

14º Orlando Rodrigues (Artiach)
73º Serafim Vieira (Sicasal-Acral)
75º Manuel Abreu (Sicasal-Acral)
88º Carlos Pinho (Sicasal-Acral)

Abandonos: Vitor Gamito, Joaquim Gomes, Carlos Carneiro, Gonçalo Amorim e Ricardo Felgueiras

- Destaque:

  • Orlando Rodrigues, bom 14.º lugar na Geral

1996

34º Orlando Rodrigues (Banesto)
42º Manuel Abreu (Maia-Jumbo-CIN)
82º Joaquim Andrade (Maia-Jumbo-CIN)

Abandonos: Paulo Ferreira, José Azevedo, Vitor Gamito, Paulo Barroso, 
Ricardo Felgueiras, Joaquim Sampaio e João Silva

1997

Abandonos: Joaquim Andrade, Orlando Rodrigues, José Azevedo, Cândido Barbosa,
Paulo Barroso, Paulo Ferreira, Joaquim Sampaio e João Silva

- Nota: A Vuelta'97 arrancou em solo português. A equipa da Maia-CIN retirou-se da prova à 14.ª etapa, após sucessivos abandonos dos seus corredores, provocados em parte por uma intoxicação alimentar.


1999

70º Quintino Rodrigues (Benfica)

Abandonos: Orlando Rodrigues, Jorge Silva e Luís Sarreira

Década de 2000

2000

 67º José Rosa (LA Pecol)
109º Fernando Mota (LA Pecol)

Abandonos: Bruno Castanheira e Pedro Lopes

- Destaque:

  • Andrei Zintchenko, o russo da LA Pecol, alcançou uma histórica vitória numa etapa de montanha, nos Lagos de Covadonga

2001

 27º Rui Lavarinhas (Milaneza-MSS)
 38º João Silva (Milaneza-MSS)
130º Carlos Carneiro (Milaneza-MSS)

Abandono: Renato Silva

Destaques:

  • Claus Möller, dinamarquês da equipa Maia, obteve um notável 8.º lugar na Geral, 1 vitória numa etapa de montanha, no Alto de Aitana, e o 2.º lugar no prémio da Montanha
  • Meritório 6.º lugar colectivo da Milaneza-MSS

2002

 16º Rui Sousa (Milaneza-MSS)
 32º Rui Lavarinhas (Milaneza-MSS)
 34º José Azevedo (ONCE)
 58º João Silva (Milaneza-MSS)

- Destaques:

  • Notável 3.º lugar colectivo da Milaneza-MSS
  • Rui Sousa, meritório 16.º lugar na Geral (na sua 1ª grande Volta)

2003

 39º Gonçalo Amorim (Milaneza-MSS)
 40º Pedro Cardoso (Milaneza-MSS)
 68º Renato Silva (Milaneza-MSS)
132º Paulo Barroso (Milaneza-MSS)

Abandono: José Azevedo

Sérgio Paulinho ganhou uma etapa na Vuelta, 30 anos depois do grande Joaquim Agostinho. Para além desse feito, Paulinho realizou uma corrida notável, na sua primeira presença numa Grande Volta.

2005

Abandono: José Azevedo (Discovery Channel) 
(desistiu, após a terceira queda nesta prova. Muito azar.)

2006

 16º Sérgio Paulinho (Astana)

- Destaque:

  • Sérgio Paulinho, 1 vitória de etapa (10.ª: Avilés-Museo de Altamira) e meritório 16º lugar na Geral

2008

 26º Sérgio Paulinho (Astana)

2011

19º Tiago Machado (Radioshack)

- Destaques:

  • Tiago Machado, meritório 19.º lugar na Geral

Década de 2010

2012

112º Nelson Oliveira (Radioshack)


2013

16º André Cardoso (Caja Rural-Seguros RGA)
22º José Mendes (Netapp-Endura)

- Destaque:

  • André Cardoso, meritório 16.º lugar

2014

25º André Cardoso (Garmin-Sharp)
57º Sérgio Paulinho (Tinkoff-Saxo)

2015

Nelson Oliveira ganhou uma etapa na Vuelta de 2015, corroborando um excelente desempenho luso na corrida.
18º André Cardoso (Cannondale-Garmin)
21º Nelson Oliveira (Lampre-Merida)
34º José Gonçalves (Caja Rural-Seuros RGA)
36º Tiago Machado (Katusha)
48º Ricardo Vilela (Caja Rural-Seuros RGA)

- Destaque:

  • Nelson Oliveira, 1 vitória de etapa (13.ª, Calatayud-Tarazona, 178 km)
  • André Cardoso, meritório 18.º lugar

2016

54º José Mendes (Bora-Argon 18)
85º Tiago Machado (Katusha)
115º Sérgio Paulinho (Tinkoff)

Abandono: Mário Costa (Lampre-Merida) e José Gonçalves (Caja Rural-Seuros RGA)

2017

43º Rui Costa (UAE Team Emirates)
47º Nelson Oliveira (Movistar)
50º Ricardo Vilela (Manzana-Postobon)
132º Rafael Reis (Caja Rural-Seuros RGA)

Abandono: José Gonçalves (Katusha-Alpecin)

2018

71º Nelson Oliveira (Movistar)
79º Tiago Machado (Katusha-Alpecin)
83º José Mendes (Burgos-BH)

Abandono: José Gonçalves (Katusha-Alpecin)

2019

17º Ruben Guerreiro (Katusha Alpecin)
46º Nelson Oliveira (Movistar)
105º Ricardo Vilela (Burgos-BH)
153º Nuno Bico (Burgos-BH)

Abandono: Domingos Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA)

- Destaque:

  • Ruben Guerreiro, meritório 17.º lugar

Década de 2020

2020

39º Nelson Oliveira (Movistar)
44º Rui Costa (UAE-Team Emirates)
99º Ricardo Vilela (Burgos-BH)
101º Ivo Oliveira (UAE-Team Emirates)
119º Rui Oliveira (UAE-Team Emirates)

Notas:
Nelson Oliveira foi o primeiro a passar na montanha de:
. Alto de la Colladona (840m - 11ª etapa)
Ivo Oliveira foi o primeiro a passar nas montanhas de:
. Alto de San Miguel de Valero (917m - 17ª etapa)
. Alto de Cristóbal (886m - 17ª etapa)
Rui Costa foi o primeiro a passar nas montanhas de:
. Alto de Peñacaballera (890m - 17ª etapa)
. Alto de la Garganta (1.319m - 17ª etapa)





Personal tools
Namespaces

Variants
Actions
Navigation
Tools